quarta-feira, fevereiro 01, 2006

Padrões de sono

Beeeeeeemmmmmmm!!!!
15 dias?! Já?! Meio mês?! Naaa...!
Não pode!!!
Poça!

E agora, um breve momento de pura baba da mãe:
A minha filha está tão linda!
Só vendo mesmo, porque as fotos não mostram nada!
E eu estou cada dia mais apaixonada, mais radiante com ela e com a nova situação!
E acho que me estou a safar bastante bem! Nasci para isto, sério!!
Fim

Agora, uma coisa que hoje me fez pensar:
Ela é sossegada e, por norma, muito certinha com as horas. Come de 4h em 4h e dorme nesses intervalos.
Até há uns 3 ou 4 dias atrás, ela dormia o dia todo, e depois chegava á noite e era até ás tantas...
Eu a cair pó lado de sono, e ela, com a pestana bem aberta, a dar "aqueles" gritinhos amorosos e a querer conversa pela madrugada fora.
Cheguei a aproveitar as sestas dela para dormir também, mas nunca era muito tempo, não punha o sono em dia, e estava mesmo a ver que mais uns dias assim e andava feita zombie.
Com a agravante de, quando ela estava acordada, eu não estar com muita disposição para grandes conversas, ou para brincar com ela, ou para despender "some quality time"!
E fazia-me impressão ela estar tão acordada e ter que estar a olhar para o ar, ou a ser embalada, quando estava fresquinha que nem uma alface para uma ou duas horas de muita brincadeira, muitos miminhos e exclusiva atenção.

Achei que não seria cedo demais para tentar trocar-lhe os horários.

Assim, fui tentando mantê-la mais acordada durante o dia, aos poucos.
Passei a deixar a luz acesa durante o dia (da janela não entra muita luz), a falar num tom normal, não a aconchegava tanto para dormir, e cheguei a pô-la a dormir na espreguiçadeira (mas só um bocadinho!). Mudava-lhe a fralda depois dela comer, para que ficasse bem acordada, e ia brincando com ela, mesmo vendo-a com um olho aberto e outro fechado.

A noite passada e esta noite, a minha investida deu frutos!
Ontem, deitou-se á 1h (é quando eu me deito, normalmente.), acordou ás 5h para comer, mudar a fralda e adormeceu de novo, com pouco esforço. Voltou a acordar ás 9h30 para comer, mudar a fralda, e passado uma hora (+/-) voltou a dormir, e foi quase até ao 12h30!
Isto para mim foi óptimo!
Depois ficou acordada umas duas horas, enquanto almoçávamos. Dormiu um pouco, e comeu! Agora está a dormir e, se for como ontem e anteontem, ela vai acordar por volta das 22h e vai ficar acordada novamente até á 1h.

Eu estava (estou!) bastante satisfeita com estes horários, e apesar de saber que não irão ser sempre assim, é suficiente para mim que ela durma mais de noite e fique mais acordada de dia.
E não é por egoísmo meu, por querer dormir mais tempo. Claro que isso também é um ponto a favor, mas a questão aqui é o tempo que eu passo a brincar com ela, a falar com ela!
É que aqueles sorrisinhos reflexivos amorosos têm de ser vistos com os dois olhos bem abertos!

A questão é que hoje, fui criticada, por estar a tentar mantê-la acordada durante o dia.
Ela estava meia a dormir, no meu colo, e eu a dar-lhe beijinhos (como dou a qualquer hora), e a meter-me com ela.
Fui criticada, pois parece que "ela tem de dormir quando lhe apetecer, ás horas que lhe apetecer e o tempo que lhe apetecer", e eu estava a "torturá-la", e era uma "má mãe"!
Isto magoou-me. Claro.
No que toca á minha filha, o meu orgulho (que ainda é muito) fica totalmente de lado, e pensei que talvez ainda fosse cedo demais para estar a tentar trocar-lhe os horários. Será que é?
Ela é realmente muito pequenina ainda.
Sinceramente não sei...

Depois de ouvir esta crítica, fui deitá-la. Talvez o "crítico" tivesse razão.
Ela acordou alguns minutos depois, toda desperta.
Eu bem sabia que ela não tinha sono :)

De qualquer maneira, gostaria de ouvir (ler) algumas opiniões.
Brigada.

12 Comments:

Blogger Mamã MIni said...

Para ser sincera fui eu quem estabeleceu os horários do meu filho, é lógico que existe sempre uma margem de erro de cerca de uma hora. E também foi a partir dos 15 dias. Concordo contigo, não tem lógica eles estarem mais despertos de noite quando nós estamos a cair de sono e não lhe podemos dar atenção. O meu come por volta da 1h, só acorda perto das 7h e depois por volta das 12h. E não, não somos más mães por tentar disciplinar os nossos filhos desde pequenos. É lógico que temos de utilizar o bom senso, se o Marcos estiver a cair de sono, não o obrigo a estar acordado. Mas já diferencia bem que a espreguiçadeira é para o dia e a alcofa é para dormir de noite.
Quanto às críticas, não deixes que isso influencia no modo como crias a Beatriz. Tu és mãe e sabes e a tua filha está bem e feliz. Se dependesse do meu sogro o meu filho não saia de casa até ter 9 meses, vê lá tu...Temos de saber "filtrar" as críticas e fazer o que achamos correcto. Desculpa se exagerei no comentário.
Mil beijos:)

quarta-feira, 01 fevereiro, 2006  
Blogger Alda said...

Pois, eu também sempre tentei manter as minhas filhas mais acordadas de dia, e desde recém-nascidas. E isto só as ajudou a regularizar os padrões de sono. Eu acho que todas as opiniões são válidas, mas que só nós sabemos o que é realmente melhor para os nossos filhos.

quarta-feira, 01 fevereiro, 2006  
Anonymous Carolina =) said...

Bem...vou dar palpites numa matéria onde o único conhecimento que tenho é de senso comum e (quiçá) de um vestígio do instinto maternal que, na minha opinião, tdas as mulheres têm. Acho que fazes bem em andares a tentar regular os padrões e sono da Bia, assim podes dar-lhe mais atenção. Se andares super cansada dp não consegues aproveitar bem qd ela ta a acordada ker de dia, ker de noite... penso eu...!

Bjokas pras voceeees! ***

quarta-feira, 01 fevereiro, 2006  
Blogger SweetDark said...

Eu n percebo mt, mas tenho a certeza que és uma óptima mãe e que estas a fazer o melhor pela Bia!E tb penso que se ela dormir mais de dia, tu a noite, cmo estas cansada não podes dar-lhe a atenção q desejas e que ela merece! Por isso na minha opiniao, continuavas a fazer o que achas melhor! :D A Bia está feliz assim, ve-se na carinha dela :D Bjinhos

quarta-feira, 01 fevereiro, 2006  
Blogger eu said...

Miga
É o seguinte, usa o bom senso e o 6º sentido (o das mamãs).
É evidente que não és má mãe (quem foi o asno que disse isso?) e que deves tentar que ela diferencie o dia da noite (sem exageros claro).
O problema é que as pessoas têm a mania de enfiar pela guela abaixo das recém mamãs (ainda para mais és novinha!!) conselhos e mais conselhos!! Uns são bons mas outros são uma tristeza. Aquele das crianças terem que chorar para dormir ou para "alargar" os pulmões são do piorio!!!
Tens que filtrar os conselhos e ignorar a sua maioria.
Beijocas

quarta-feira, 01 fevereiro, 2006  
Blogger Carina said...

Bem... essa de seres má mãe, deu-me para rir! Então eu vejo uma pré-mamã já cheia de amor para dar, vejo uma mãe recente completamente apaixonada pela filha e alguém diz que apesar desse amor todo, ela é má mãe?! Desculpa, mas esse alguém não deve bater com o baralho todo...

Aliás, até fico estupefacta em como não te criticaram por a Beatriz estar "a pé" há uma da manhã! Quando escrevi no meu blog que o Diogo só toma banho a partir das 24hrs, quase todas as que comentaram me "criticaram" por isso. Mas pronto, isto agora não interessa nada!

Quanto a fazeres com que a Beatriz esteja acordada mais tempo durante o dia, acho que fazes MUITO bem! Eu comecei a fazê-lo praticamente desde que o Diogo veio para casa, aos 2 dias de idade. Claro que não resultou logo, mas durante o dia eu fazia a minha vidinha normal, muita luz dentro de casa, se tinha de fazer algum barulho para arrumar a casa fazia e ele nunca se queixou por isso.

À noite, ele sempre descansou melhor, precisamente por ficar mais acordado durante o dia. E claro, eu agradeci IMENSO por poder descansar melhor e por poder dar-lhe atenção "com atenção", se é que me faço entender.

Usa a tua intuição de MÃE e não te deixes abalar por "conselhos" menos próprios.

Beijinho!

quarta-feira, 01 fevereiro, 2006  
Blogger Carla Isabel said...

Olá querida!
É obvio que não és má mãe...aliás longe disso!

E faz o que a tua intuição de mãe mandar!

Bjs

Carla

quinta-feira, 02 fevereiro, 2006  
Blogger soldeinverno said...

eu não tenho filhos ainda, mas sempre achei que o que uma mãe acha melhor para um filho é lei... a mãe é que sabe o que é melhor para um filho, e claro que é bem melhor estares completamente desperta para aproveitares o máximo dela... beijo

quinta-feira, 02 fevereiro, 2006  
Blogger Raquel said...

Ola, sou mt nova nestas andanças de blogs, mas gostei mt do teu... Quanto as criticas so te posso dizer isto:
Se conselhos fossem bons, n se davam, vendiam-se (aparte obviamente de especialistas). Dito isto faz o q o teu instinto diz pq nao ha ng no mundo que queira melhor para (ou a conheça melhor) a tua filha q tu.

quinta-feira, 02 fevereiro, 2006  
Blogger Edite said...

Má mãe?? Com tanto amor, tanto carinho, tanto cuidado, tanta baba :-)?? Não me parece, quem disse isso não deve ter os parafusos no sitio certo. Faz o que o teu instinto de mãe te diz. Bjs

quinta-feira, 02 fevereiro, 2006  
Blogger Filipa said...

ola,

Pois é para tu tratares bem da tua filha, convem que durmas, e sempre li e ouvi dizer que devemos aproximar os horários deles aos nossos, por isso durante o dia o Afonso sempre dormiu com a janela toda aberta e o barulho que fosse preciso fazer, até ligava a televisão, já a noite, escurinho... ele nunca me fez passar uma noite acordada, mas acho que está a fazer muito bem.

Jinhos

quinta-feira, 02 fevereiro, 2006  
Blogger Loira said...

Ana, se te deixa mais tranquila... não és má mãe! Os 2 pediatras que consultei sobre o Zezinho (1 é profª na faculdade de medicina e o outro director do serviço de pediatria de um big hospital, portanto devem saber o que dizem)disseram-me para acordar o Zezinho de dia. aliás, acordá-lo de 3 em 3 horas de dia para mamar, para ele dormir mais à noite. Claro que, o vejo zombie, deixo-o dormir. Afinal, isto não é suposto ser uma tortura. Portanto, fizeste bem em seguir a tua intuição. Estás a sair-te muito bem, és uma óptima mãe.
bj*
Loira e Zezinho

quinta-feira, 02 fevereiro, 2006  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home